Terça, 15 de Junho de 2021
19 99746-0072
Saúde Secretário de Saúde

Médica demitida por justa causa pelo secretário Roslindo ganha ação trabalhista de mais de R$ 120 mil

O réu nesse caso é o consórcio de municípios conhecido como AMVAPA, que detém convênio com o SAMU

02/06/2021 14h47 Atualizada há 2 semanas
478
Por: A Estância Fonte: A Comarca
Médica demitida por justa causa pelo secretário Roslindo ganha ação trabalhista de mais de R$ 120 mil

Na ação a médica relata que trabalhou de 12.4.2017 a 19.6.2020 para a Amvapa, exercendo as funções de médica reguladora e teve seu contrato de trabalho encerrado mediante dispensa por justa causa. A Amvapa procedeu à dispensa da médica por justa causa em razão de fato não apurado por necessário procedimento administrativo, violando a legislação.

Segundo a médica Ana Caroline, a dispensa arbitrária ocorreu exclusivamente por perseguição política do atual Secretário Municipal de Saúde de Avaré, Roslindo Machado, que se iniciou quando a mesma era servidora municipal e trabalhava na Clínica Médica da Santa Casa de Avaré, sendo adversária política, inclusive candidata à vice na prefeitura de Avaré, exatamente contra o atual prefeito que nomeou o secretário.

O juiz substituto da justiça do trabalho de Avaré, Renato Clemente Pereira, entendeu que o conteúdo probatório dá suporte à tese da médica Ana Caroline quanto à perseguição sofrida pela autora. “Julgo, nos termos acima, procedentes os pedidos formulados por Ana Caroline Alves Fernandes Poçarli contra Consórcio Intermunicipal do Alto Vale do Paranapanema – Amvapa”, sentenciou o magistrado.

 

 

Ele1 - Criar site de notícias