Terça, 15 de Junho de 2021
19 99746-0072
Saúde R$ 956 mil

MP de Avaré pede esclarecimentos à prefeitura sobre compra de medicamentos

Câmara de Vereadores instaurou CPI que vai investigar possível superfaturamento na compra emergencial de remédios usados na sedação de pacientes.

18/05/2021 20h39
204
Por: A Estância Fonte: G1
MP de Avaré pede esclarecimentos à prefeitura sobre compra de medicamentos

O Ministério Público vai pedir esclarecimentos à Prefeitura de Avaré (SP) e informações à Câmara de Vereadores sobre a compra de medicamentos hospitalares que seriam usados no pronto-socorro da cidade. O pedido foi confirmado nesta terça-feira (18) depois que a Câmara Municipal abriu uma Comissão Parlamentar de Inquérito na segunda-feira (17). 

A CPI vai investigar a contratação de uma empresa responsável pelo fornecimento das medicações. Entre as denúncias que levaram à abertura da CPI, está um suposto superfaturamento na compra emergencial de medicamentos para sedação, no valor de R$ 956 mil. 

Os vereadores querem levantar se este valor é ou não acima da média do mercado para a quantidade de medicamentos adquiridos. A CPI tem noventa dias para concluir as investigações. 

Em nota, a Prefeitura informou que "o cloridrato de midazolan e o citrato de fentanila são utilizados na sedação de pacientes por diversos fatores, inclusive aqueles acometidos por Covid-19 em estado crítico que necessitam de ventilação mecânica". 

Ainda de acordo com a prefeitura, o uso desses medicamentos está em diversos protocolos, inclusive na Sociedade Brasileira de Anestesiologia e nos protocolos da Associação Brasileira de Medicina Intensiva. 

Sobre o aumento nos gastos com esse tipo de medicamento, a nota afirma que "a aquisição, portanto, responde à demanda crescente exigida atualmente pelo Sistema de Saúde local, uma vez que Avaré é referência regional em Saúde. Lembramos ainda que a compra é feita para contemplar o uso dos medicamentos pelos próximos meses". 

A Prefeitura informou ainda o relatório de consumo médio de medicamento utilizadas nos últimos meses no pronto-socorro em 2021:

  • Janeiro - 247 ampolas;
  • Fevereiro - 230 ampolas; 
  • Março - 299 ampolas;
  • Abril -1386 ampolas.

 

Ele1 - Criar site de notícias