Terça, 15 de Junho de 2021
19 99746-0072
Saúde Situação grave

Sem kit intubação, Santa Casa recusa novos pacientes em Avaré

A grave situação implicará na suspensão de atendimentos via Central de Vagas e do Pronto Socorro na Unidade.

06/05/2021 13h46 Atualizada há 1 mês
2.279
Por: A Estância Fonte: Portal RVS
Sem kit intubação, Santa Casa recusa novos pacientes em Avaré

Em documento enviado ao Secretário Municipal da Saúde da Estância Turística de Avaré (SP), Dr. Roslindo Wilson Machado, e ao Diretor Técnico de Saúde III, Doroti da Conceição Vieira Alves Ferreira, a Santa Casa de Misericórdia de Avaré anuncia publicamente que atingiu um ponto extremamente crítico com relação à aquisição de medicamentos para pacientes graves contaminados pela Covid-19. 

“É de conhecimento de todos que chegamos a um ponto extremamente crítico e preocupante na aquisição de medicamentos para intubação e sedação em pacientes graves e cirúrgicos devido à elevada demanda de consumo”, diz o documento.

Conforme consta no documento, a Santa Casa de Misericórdia de Avaré é referência para 17 cidades, alcançando mais de 350 mil habitantes. Miguel Chibani Bakr e Dr.Dilermando Chaves Del Guerra, provedor e diretor técnico da instituição respectivamente, assinam o ofício que narra uma batalha constante com os fornecedores para aquisição destes medicamentos de uso fundamental para a manutenção da vida dos pacientes internados. A grave situação implicará na suspensão de atendimentos via Central de Vagas e do Pronto Socorro na Unidade.

“Com a ausência desses medicamentos para sedação e intubação, a priorização de fornecimento se dá aos pacientes já internado pela COVID-19, pacientes em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva e as cirurgias de emergências, o que nos obriga a suspender por tempo indeterminado e contra nossa vontade, os atendimentos via Central de Vagas e do Pronto Socorro a fim de garantir o tratamento ora iniciado aos que aqui se encontram”, conclui.

A Estância entrou em contato com o provedor da Santa Casa, Miguel Chibani que disse “ se não conseguir comprar anestésicos só vamos conseguir atender os traumas.”

Ele1 - Criar site de notícias