Terça, 20 de Abril de 2021
19 99746-0072
Geral Empreendedorismo

Usina de Negócios: inscrições para programa de empreendedorismo se encerram na sexta-feira (9)

Iniciativa da CTG Brasil em parceria com o Instituto Meio oferecerá treinamento para micro e pequenos empreendedores de Avaré, Piraju e Itaí

07/04/2021 18h17 Atualizada há 2 semanas
161
Por: A Estância
Usina de Negócios: inscrições para programa de empreendedorismo se encerram na sexta-feira (9)

CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa do País, em parceria com o Instituto Meio, instituição privada sem fins lucrativos, lançou no mês passado um programa piloto para fomentar a geração de trabalho e renda nas comunidades do entorno de suas usinas.

O Usina de Negócios - Empreendedorismo viabilizará formação para até 500 micro e pequenos empreendedores das cidades de Avaré, Piraju e Itaí, região da Usina Jurumirim, localizada no rio Paranapanema, por meio de capacitação virtual, com foco em gestão, finanças e marketing.

A duração será de seis semanas. As aulas oferecerão conteúdo dinâmico e prático, adaptando-se à rotina e aos horários de cada participante. As inscrições estão abertas até nesta sexta-feira, dia 9 de abril, pelo site www.ctgusinadenegocios.com.br/empreendedorismo, onde também é possível acessar mais informações sobre o programa.

“Nosso objetivo é contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das regiões onde estamos inseridos. Esse objetivo se torna ainda mais relevante diante de um cenário de pandemia que prejudicou diversos setores, e as condições de trabalho e renda das famílias”, explica Salete da Hora, diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade da CTG Brasil. “As ações oferecerão alternativas às famílias que trabalham em setores relacionados aos reservatórios das hidrelétricas, como turismo e pesca”, completa a executiva.

O Usina de Negócios receberá R$ 1 milhão em investimento da CTG Brasil até 2022, parte para o programa de Empreendedorismo, na região da Usina Jurumirim, e parte para o programa com foco em Grupos Produtivos, na região da Usina Garibaldi, em Santa Catarina.  A primeira etapa do programa ocorreu em 2020, com mapeamento das vocações produtivas e potenciais grupos de produtores locais, a partir de diagnóstico. Representatividade da operação local, impactos da operação da empresa na comunidade e informações socioeconômicas foram os principais critérios usados na escolha das regiões para alocação dos recursos financeiros da CTG Brasil. O intuito é expandir a iniciativa para outras unidades da empresa nos próximos anos.

“O nosso propósito é colaborar para uma sociedade mais justa e inclusiva, e levar oportunidades de desenvolvimento para os territórios selecionados neste programa. A tecnologia é nossa aliada neste momento de pandemia, pois, com ela, conseguimos escalar nossas capacitações e mentorias por meio do WhatsApp e de outras ferramentas. O apoio a empreendedores e cadeias produtivas locais contribui para o dinamismo econômico destas regiões, proporcionando oportunidades de geração de trabalho e renda que vão além da duração do projeto”, afirma Lars Diederichsen, presidente do Instituto Meio, parceiro executor do programa.

Sobre a CTG Brasil

A CTG Brasil trabalha para desenvolver o mundo com energia limpa em larga escala. Segunda maior geradora privada de energia do País, conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com a matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente. A empresa tem investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, com capacidade instalada total de 8,28 GW. Criada em 2013, é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em geração de energia limpa.

Sobre o Instituto Meio

O Instituto Meio atua há 15 anos para proporcionar oportunidades de trabalho e renda por meio de soluções economicamente viáveis, socialmente justas, ambientalmente sustentáveis e culturalmente aceitas. Em busca de uma sociedade mais justa e inclusiva, o Instituto Meio já impactou ao longo de sua trajetória mais de 60 mil pessoas em todo o Brasil com projetos de apoio ao empreendedorismo e inclusão produtiva.

 

 

Ele1 - Criar site de notícias