Quinta, 13 de Agosto de 2020
19 99746-0072
Saúde Máscara é Vida

Unimed Avaré apoia ações sociais durante a pandemia do coronavírus

A Unimed participou da ação “Máscara é Vida”, organizada por diversas entidades de Avaré com o objetivo de co nfeccion ar e distribuir gratuitamente 100 mil máscaras para a população avareense.

08/07/2020 19h15 Atualizada há 1 mês
204
Por: A Estância
A ação Máscara é Vida deve beneficiar moradores de quase 30 bairros de Avaré, como Jardim Tropical, Jardim Paraíso, Bom Sucesso, Vila Esperança e Jardim Presidencial.
A ação Máscara é Vida deve beneficiar moradores de quase 30 bairros de Avaré, como Jardim Tropical, Jardim Paraíso, Bom Sucesso, Vila Esperança e Jardim Presidencial.

Preocupada com os impactos da pandemia de Covid-19, além de adotar medidas para garantir a segurança de seus colaboradores e beneficiários, a Unimed Avaré está fornecendo apoio social à população da cidade, através de doações. Por meio de uma dessas iniciativas, a Unimed participou da ação “Máscara é Vida”, organizada por diversas entidades de Avaré com o objetivo de co nfeccion ar e distribuir gratuitamente 100 mil máscaras para a população avareense.

Além da Unimed, integram o grupo responsável pela organização da “Máscara é Vida” a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Avaré (ACIA), a Associação Regional dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Avaré (AREA), Lojas Maçônicas Acácia, Álvaro Palmeira, Estrela, Fraternidade Avareense, Fraternidade União e Justiça e Phoenix, as Polícias Civil e Militar, a 67ª Subseção da OAB, os Rotarys Avaré, Expoente e Jurumirim, Santa Casa de Misericórdia de Avaré e a Odontoclassic. 

A diretoria da Unimed elogiou a realização da ação “Máscara é Vida” e ressaltou a importância do uso de máscaras na prevenção do novo coronavírus. “As evidências científicas indicam, por exemplo, que se duas pessoas estiverem usando máscara e uma delas estiver contaminada, a chance de passar é em torno de 5%. Se as duas estiverem sem máscara, a chance de passar é de 100%. Então reduzir de 100% para 5% é muito vantajoso”, explicou a diretoria.

 Segundo informações de representantes da AREA, Carlos de Petrini da Silva Coelho, da Santa Casa, Miguel Chibani Bakr, e da Loja Maçônica Estrela, Fernando Trindade Carrano, a ação tem o intuito de contemplar o maior número possível de moradores de Avaré, em especial dos bairros mais carentes. “Desta forma, as famílias beneficiadas, além de estarem protegidas, podem direcionar os recursos que seriam usados na aquisição de máscaras para a manutenção familiar”, afirmaram os representantes das três instituições. 

 As máscaras são de tecido e foram confeccionadas por costureiras de Avaré. “Como muitas dessas costureiras já haviam perdido o posto de trabalho, a produção das máscaras permitiu uma ajuda para a subsistência dessas profissionais e de suas famílias”, observaram os organizadores da ação. 

 Iniciada no dia 23 de maio, a distribuição das máscaras está sendo feita por etapas e deve estar concluída no início de julho. A iniciativa beneficiará moradores de quase 30 bairros de Avaré, entre eles Jardim Tropical, Jardim Paraíso, Bom Sucesso, Vila Martins 3, Plimec, Vila Esperança, Vila Operária, Jardim Presidencial e Vila Operária. Os moradores estão recebendo um kit com duas máscaras, um folheto com orientações sobre o uso correto das máscaras e um panfleto com o nome das empresas participantes da ação. 

A iniciativa contou com o apoio de várias empresas de Avaré, como Grupo EBD, Gran Corte, ZooPet, Lorsa, Menegazzo, Scarcelli Embalagens, Fertiliza, Supermercado Pinheirão, Gonçalves & Martins Advogados, Proeste, RJR Engenharia, One Center, Grupo Bizungão, Nutri Rações, Paraíso Empreendimentos Imobiliários, Menin Engenharia, Padaria Santana, Padaria São João, Eletrotec, Incopal Indústria de Alimentos, Gril Gráfica e Editora, All Door, Tem Tudo e Doadores Anônimos. 

Doação de cobertores e cestas básicas

 A Unimed Avaré também forneceu apoio à VANA (Voluntários Anônimos de Avaré), através da doação de cobertores, cestas básicas e caixas de leite nos meses de março e maio. A entidade atende 80 meninas, com idade entre 06 e 15 anos, que estão em situação de vulnerabilidade social.  A VANA oferece várias atividades socioeducativas como artes, artesanato, brincadeiras antigas, festa de aniversariante do mês com “kit presente” (troca de roupa, calçado, e brinquedo), aulas de flau ta, viol ão, dança e informática, palestras e passeios.  Os assistidos também têm acesso a atendimento psicológico e social.

Ele1 - Criar site de notícias