Terça, 07 de Julho de 2020
19 99746-0072
Política Covid 19

Casos de Avaré ficaram abaixo das médias estadual e federal, afirma Toninho da Lorsa

Ele espera que os dados possam orientar, da parte da Prefeitura, um provável flexibilização da quarentena. “

29/06/2020 12h50
545
Por: A Estância
Casos de Avaré ficaram abaixo das médias estadual e federal, afirma Toninho da Lorsa

Preocupado não só com as mortes causadas pela pandemia de Coronavírus mas também com o difícil cenário econômico que Avaré está enfrentando por causa da quarentena, o vereador Toninho da Lorsa fez um detalhado levantamento comparando os cenários locais com a situação em âmbito estadual e também do país.

Ele já havia sido questionado pelo nosso site como se posicionaria em relação às atuais medidas de quarentena decretadas pelo prefeito Jô Silvestre. “Eu acredito que em tudo a gente precisa ter informação e entender como está a evolução da pandemia em nossa cidade comparando com o restante do país”, explica. 

Segundo tabela enviada por ele pra nós, fica demonstrado que mesmo com a reabertura do comércio em 1º de junho a situação dos casos e mortes do Coronavírus ficaram bem abaixo da média comparada com o resto do país e também do estado. 

Ele compara a evolução de óbitos, por exemplo. “É lógico que a gente lamenta as milhares de mortes, e tudo tem que ser feito para preservar as vidas, mas no acumulado de junho o Brasil teve um crescimento de 92% no volume de mortes entre o dia 1º e 28 de junho; em São Paulo tivemos 87%. Na comparação, Avaré teve 43%, ou seja menos da metade, e isso em um mês que tivemos uma flexibilização da quarentena”.

Para Toninho, não é o momento para disputas políticas. “Tenho meus questionamentos e minhas diferenças com o prefeito, mas o momento é de somar forças em favor da população. Minhas diferenças não podem se sobrepor aos interesses do povo que, como cidadão e vereador, defendo e represento”. 

Outro dado positivo é que o número de leitos está se mantendo da mesma forma. “Se considerarmos os 10 respiradores que chegaram estamos mais preparados hoje para continuar enfrentando essa pandemia. O percentual de 78 % de curados também ajuda nas estatísticas”.

Ele espera que os dados possam orientar, da parte da Prefeitura, um provável flexibilização da quarentena. “Isso só cabe ao prefeito. E é possível porque aos municípios está facultado a atuação dentro dos parâmetros que podem ser articulados junto ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Bauru, através do Pacto Regional dos municípios”.

Segundo o site do Governo do estado, o “Plano São Paulo do Governo do Estado dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas”.

Ele1 - Criar site de notícias