Sexta, 29 de Maio de 2020
19 99746-0072
Saúde NOTA PÚBLICA

Servidora que testou positivo para Covid-19 não trabalhou conforme o noticiado, diz Secretaria da Saúde

Não houve retorno da servidora ao CAPS após esta ter procurado atendimento médico”, explica setor

24/04/2020 17h06
527
Por: A Estância
Servidora que testou positivo para Covid-19 não trabalhou conforme o noticiado, diz Secretaria da Saúde

A Secretaria da Saúde de Avaré informa que a servidora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) que testou positivo para Covid-19 não trabalhou por dias na unidade como divulgado de forma equivocada por alguns setores da imprensa local, disseminando o pânico em servidores e atendidos pela unidade.

No feriado de páscoa, compreendido entre os dias 10 e 12 de abril, a servidora esteve em Marília onde residentes seus familiares.

Quanto aos dias 13, 14 e 15 do mês citado, a servidora não trabalhou por recomendação médica.

No último 16, quinta-feira, a funcionária em questão, psicóloga, se reapresentou na unidade devidamente paramentada, utilizando os Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) necessários e obrigatórios a todos os servidores do sistema de saúde municipal, não mantendo durante o turno de serviço, contato direto com pacientes e demais colaboradores, até porque não há atendimento ao público na unidade, apenas serviços internos.

Em 17 de abril, um dia após ter retornado ao serviço, a servidora não compareceu ao expediente e procurou atendimento médico .

Em seguida,  em laboratório particular do município de Avaré, foi colhido material para a realização do teste rápido para Covid-19, tendo ela custeado o exame por meios próprios.

Após o atendimento, a servidora foi orientada a se afastar do trabalho sendo expedido novo atestado médico. Portanto, não houve retorno da servidora ao CAPS após esta ter procurado atendimento médico em Avaré.

No dia 20 de abril, o resultado positivo para Covid-19 do exame foi informado à paciente que, dede então, permanece em isolamento domiciliar até que ocorra sua alta médica.

A Secretaria da Saúde de Avaré informa que segue todos os protocolos definidos pelo Ministério da Saúde e condena a utilização de episódios como este para finalidades políticas sem o mínimo de conhecimento do real funcionamento do sistema de saúde no combate ao Covid-19.

Afirmar que seria necessária a interdição do CAPS mantendo os seus servidores em isolamento nada mais é do que prejulgar, sem conhecimento técnico para tal, dezenas de pessoas e familiares sem o mínimo fundamento técnico/científico.

Profissionais da Saúde são preparados para atuar neste campo e total autonomia para exercer suas prerrogativas e, segundo protocolo do Ministério da Saúde, os testes rápidos para profissionais da saúde só podem ser realizados após estes apresentarem sintomas, não apenas pelo simples contato.

Importante consignar que os profissionais da área estão posicionados na linha de frente de combate a pandemia mundial, sendo obrigatória a utilização de parâmentos de proteção individual durante sua jornada de trabalho.

Jornalistas ou advogados, desprovidos de base técnica, têm todo o direito de opinar, sem, contudo, disseminar o pânico social, comportamento este passível de responsabilidades cíveis e criminais.

Ele1 - Criar site de notícias