Transamérica
BASE DO PREFEITO

Base de Jô Silvestre pede vista,e adia votação que proíbe fogos de artifício

A favor as vistas os vereadores: Alessandro Rios, Ivan da Comitiva, Jairinho do Paineiras, Carlos Estati, Roberto Araújo e Coronel Morelli.

17/02/2020 23h31
Por: A Estância
Fonte: A Voz Do Vale
670

Com voto de minerva do presidente da Câmara, vereador Barreto do Mercado, a Câmara de Vereadores de Avaré adiaram a votação do projeto de lei que proíbe os fogos de artifício que geram barulho. O adiamento ocorreu durante a sessão desta segunda-feira, dia 17 de fevereiro.

A sessão foi muito conturbada, sendo que as pessoas que estavam no plenário por diversas vezes se manifestaram e chegaram a interromper a fala dos vereadores durante a palavra livre.

O pedido de vistas foi formulado pelo vereador Carlos Estati. Após várias discussões, o pedido foi colocado em votação, sendo a favor as vistas os vereadores: Alessandro Rios, Ivan da Comitiva, Jairinho do Paineiras, Carlos Estati, Roberto Araújo e Coronel Morelli.

Foram contra o adiamento da votação os vereadores: Ernesto Albuquerque, Toninho da Lorsa, Marialva Biazon, Adalgisa Ward, Flávio Zandoná e Cabo Sérgio.

Como houve empate, coube o presidente da Câmara dar o voto de minerva. Barreto foi a favor do adiamento. Sua justificativa principal foi o fato de, segundo ele, o vereador ter o direito de analisar melhor o projeto antes da votação.

Apesar do pedido de vistas, a maioria dos vereadores já posicionaram favoráveis ao projeto que deverá voltar a ser analisado nas próximas sessões.

Durante a discussão do projeto os vereadores Barreto e Adalgisa trocaram farpas. Enquanto o petista afirmava não ter sido procurado pela vereadora, que é a autora do projeto, Adalgisa afirmava que estaria sofrendo perseguição na Câmara.

Eduvale
Municípios
One Center
Últimas notícias
Mais lidas