Transamérica
Concessionária

CCR SPVias completa 20 anos de concessão e já investiu R$ 2,8 bilhões no Sudoeste Paulista

Em duas décadas houve redução de 75% de vítimas fatais nas rodovias administradas

06/02/2020 17h43
Por: A Estância
78

Na próxima segunda-feira, 10 de fevereiro, a CCR SPVias, empresa fiscalizada pela ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), completará 20 anos da concessão de seis importantes rodovias paulistas.

Em duas décadas de operação, já foram prestados mais de 3 milhões de atendimentos e investidos cerca de R$ 2,8 bilhões em conservação, monitoramento das vias e obras de ampliação e melhoria.

A Concessionária já duplicou a Rodovia Francisco da Silva Pontes (SP 127) entre Itapetininga e Capão Bonito, os viadutos da Serra de Botucatu, na Rodovia Castello Branco (SP 280), o Contorno de Taquarivaí, na Rodovia Francisco Alves Negrão (SP 258), 43 quilômetros da Rodovia Raposo Tavares (SP 270), entre Araçoiaba da Serra e Itapetininga, 5 quilômetros da Rodovia Francisco Alves Negrão (SP 258), em Itapeva e Itararé, e 7 quilômetros do trecho urbano da Rodovia João Mellão (SP 255), em Avaré.

Além de modernizar essas rodovias, que são a principal ligação entre a região Sudoeste e a Capital do Estado de São Paulo, a CCR SPVias também desempenha um papel de grande importância para o desenvolvimento regional, promovendo ações focadas em segurança, qualidade de vida e preservação ambiental.

A Concessionária realiza projetos que impactam diretamente a vida dos moradores das 26 cidades onde está inserida, como é o caso do Programa “Caminhos para a Cidadania”, que já atendeu 100% dos municípios lindeiros, beneficiando 160 mil alunos e cerca de 7 mil professores desde 2011. Já as iniciativas com foco na segurança do motorista e do pedestre, como Café na Passarela, Estrada para a Saúde e Acorda Motorista, contribuíram diretamente para a redução de 75% das vítimas fatais desde o início da concessão.

Além da redução de mortes, o número de vítimas feridas em acidentes caiu 24,7% de 2001 para 2019. Esses resultados positivos foram alcançados mesmo com ao aumento do tráfego, que chega a 60% no período.

Para o diretor da Concessionária, José Salim, essa é a melhor recompensa que a CCR SPVias pode receber. “Temos o privilégio de recuperar e melhorar estradas de importância fundamental para milhares de pessoas e sabemos que com o nosso trabalho conseguimos diariamente salvar vidas”, diz.

José Salim ainda afirma que o papel da Concessionária ultrapassa os limites dos serviços prestados na rodovia. “Em 20 anos também conseguimos ajudar os municípios na geração de renda, promovendo centenas de postos de trabalho e aumentando em R$ 531 milhões a arrecadação de impostos”, conta.

CCR SPVias  20 anos em números

  • 516 quilômetros administrados;
  • R$ 2,8 bilhões em investimentos (2000 – 2019 – base julho/2019);
  • 85 mil veículos trafegam diariamente no trecho sob concessão;
  • 3.267.349 atendimentos ao usuário (2000 – 2019);
  • Mais de 1.6 milhões de atendimentos telefônicos - 0800 e call boxes (2000 – 2019);
  • 798 call boxes;
  • 2.966 quilômetros de rodovias recapeadas (2001 – 2019);
  • 123 quilômetros de rodovias duplicadas (2001 – 2019);
  • 15 Painéis de Mensagem Variável (PMV) – entre fixos e móveis;
  • Mais de 30 veículos operacionais à disposição do usuário (viaturas de inspeção, guinchos leves e pesados, resgate, etc.).
  • 75% na redução de vítimas fatais (2001 – 2019);
  • 24,7% na redução de vítimas feridas (2001 – 2019);
  • Mais de 3 mil empregos gerados (diretos e indiretos).

Comemoração

Para comemorar o 20º aniversário, a CCR SPVias realizará um calendário de ações durante todo o ano. Além disso, lixeiras para carro e panfletos comemorativos serão distribuídos nas praças de pedágio e eventos educativos. Também serão implantadas faixas nas rodovias e afixados cartazes nas cabines de arrecadação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.