Transamérica
A Voz do Vale

Prefeitura pretende gastar R$ 2,3 milhões com pedras portuguesas

Chama a atenção é o valor estimado da contratação: R$ 2,3 milhões, sendo R$ 76,67 o metro quadrado.

13/12/2019 16h38
Por: A Estância
Fonte: A Voz do Vale
506

A Prefeitura de Avaré estará promovendo na quarta-feira, dia 18 de dezembro, uma licitação, na modalidade de registro de preços, para a contratação de uma empresa para serviços de instalação e reconstituição de mosaico português. O que chama a atenção é o valor estimado da contratação: R$ 2,3 milhões, sendo R$ 76,67 o metro quadrado.

Em sua justificativa, o secretário municipal de Serviços, Abelardo Ferreira Mendes, destaca que “é dever do poder público realizar a reconstituição e instalação de mosaico português existentes em praças e passeios públicos (calçadas)”.

Mendes destacou que a Prefeitura não teria funcionários suficientes para realizar o serviço e, por isso, necessitaria da contratação de uma empresa.

“Existem diversos pedidos para a execução de pequenos reparos e neste momento não dispomos de servidores em quantidade suficiente para atender a demanda de serviços”.

Ainda segundo ele, existem várias pedras soltas, o que poderia gerar riscos aos munícipes. Abelardo destacou ainda que crianças utilizariam as pedras para agressões a terceiros.

“Quando surge reparos a serem realizados geralmente as pedras se soltam e ficam expostas trazendo riscos aos munícipes que transitam nos locais, como quedas além do fato de que crianças muitas vezes utilizam-se das pedras para agressões a terceiros”.

Herança da colonização lusitana no Brasil, as tradicionais pedras portuguesas cobrem várias praças de Avaré. Nas últimas décadas, diversas cidades no mundo vêm substituindo suas calçadas históricas, incluindo mosaicos portugueses, por passeios mais práticos e seguros.

No Brasil, em 2007, a Prefeitura de São Paulo substituiu os mosaicos portugueses da Avenida Paulista, existentes desde 1973, por pisos de concreto.

No final de 2017, surgiu a proposta de expandir tal prática para áreas de toda a região central da cidade.

Outros municípios, alegando questões de segurança, estão erradicando a calçada Portuguesa, substituindo-a por lajes de cimento, o que gera mais segurança à população.

Em Avaré, a Prefeitura poderá solicitar da empresa até 30 mil metros quadrados de pedras portuguesas.

A licitação está marcada para ocorrer às 10 horas no Paço Municipal.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários