Botucatu

Parque Tecnológico Botucatu assina com 4 novas empresas

Atualmente as empresas vinculadas ao Parque Tecnológico Botucatu já empregam mais de 100 funcionários e somam um faturamento anual superior a R$ 14,7 milhões.

10/09/2019 16h40Atualizado há 1 semana
Por: A Estância
194

Quatro novas empresas acabam de assinar contrato para instalação no Parque Tecnológico Botucatu. São elas: Arizona Ambiental e WPTEC (terrenos); Bioativa (sala + terreno); e IVC - In Vitro Chain (sala). Agora já são 22 empresas instaladas no Parque [16 no prédio administrativo e outras seis com terrenos para construção]. Além de outras 11 nas incubadoras.

 

Os novos contratos foram formalizados com a assinatura do prefeito de Botucatu, Mário Pardini; diretor do Parque Tecnológico Botucatu, Carlos Alberto Costa; Junot de Lara Carvalho, secretário municipal de Relações Institucionais; Daniel Lopes, secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico; e representantes das empresas. 

 

Atualmente as empresas vinculadas ao Parque Tecnológico Botucatu já empregam mais de 100 funcionários e somam um faturamento anual superior a R$ 14,7 milhões. 

 

“No primeiro semestre de 2020 as empresas que receberam a concessão dos terrenos deverão iniciar as obras civis das suas unidades. Com o início de operação destas empresas o Parque Tecnológico Botucatu terá uma visibilidade maior para os moradores de Botucatu e região como um espaço de desenvolvimento e gerador de emprego e renda”, afirma o diretor do Parque Tecnológico Botucatu.

 

Novas empresas

A Arizona Ambiental desenvolve projetos alternativos para que empresas e órgãos públicos possam gerenciar resíduos sólidos de qualquer natureza. Além de dar a destinação ambientalmente correta, consegue transformar lixo em energia elétrica por meio de um processo de decomposição térmica.

 

“Trata-se de uma tecnologia que é utilizada fora, mas chegamos numa patente própria aqui para o Brasil. Queremos poder iniciar nossas obras ainda este ano no Parque Tecnológico, que é um espaço que se enquadra perfeitamente com a proposta inovadora da nossa empresa”, comenta Clodoaldo Antonangelo, um dos sócios diretores da Arizona.

 

A WPTEC fabrica produtos a partir de compostos sustentáveis como polímeros com fibras naturais. Podem ser utilizados em pisos, decks, fabricação de móveis, entre outros projetos em substituição à madeira convencional.

 

“Temos a expectativa de que isso nos impulsione ainda mais na busca por esse objetivo comum: desenvolvimento de produtos e tecnologias sustentáveis e inovadoras”, comenta  Henrique Zanin, sócio da WPTEC.

 

A Bioativa trabalha com assessoria na construção de soluções tecnológicas sustentáveis para problemas ligados à produção agrícola ou à exploração racional dos recursos ambientais.

 

“Com aquisição dos terrenos e salas no Parque Tecnológico Botucatu, a empresa intensificará suas atividades de inovação, ampliando parcerias e sua própria equipe”, declara Maria Lúcia Bueno Trindade, proprietária da Bioativa.

 

Já a IVC (In Vitro Chain) atua no segmento de fertilização in vitro de embriões bovinos, que são rastreados dentro de uma plataforma blockchain. 

 

“O Brasil é referência mundial em fertilização in vitro bovino, que é uma importante ferramenta de multiplicação genética. Partindo desse ponto de vista, nós acreditamos na importância da rastreabilidade do produto (alimento) desde sua origem”, comenta Sara Yamaguishi Tomita.

 

Sobre o Parque Tecnológico Botucatu

Inaugurado em 14 de abril de 2015 e credenciado no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec) em 2016, o Parque Tecnológico Botucatu é vocacionado ao desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços nas áreas de bioprocessos, biotecnologia, meio ambiente, produtos florestais, produtos naturais da fauna e da flora, tecnologias sociais, logística, tecnologia da informação e comunicação, entre outras.

 

O Parque Tecnológico Botucatu possui pouco mais de 23.000m², divididos em 20 lotes, voltado a construção de unidades empresariais. Outra área, de 33.000m², está reservada à construção de um Centro Empresarial de 6.000 m² e uma terceira área, de 219 mil m², reservada para futuras expansões.

 

Além disso, o Parque faz a gestão de duas incubadoras da Cidade: Incubadora Botucatu [Vila São Benedito] e a incubadora Prospecta [campus da Fazenda Lageado - FCA/Unesp]. São ambientes que abrigam empresas "nascentes". O objetivo destes espaços é proporcionar elementos básicos à viabilização, operacionalização e desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços com vistas ao desenvolvimento econômico e social.

 

Serviço

Parque Tecnológico Botucatu

Rodovia Gastão Dal Farra km, 7+184m

Tel.: (14) 3811-1546

E-mail: [email protected]

Site: http://parquebtu.org.br/

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
BotucatuBotucatu - SP Botucatu é um município brasileiro do estado de São Paulo, distante 235 km da capital estadual, São Paulo, à qual se interliga pelas rodovias Marechal Rondon e Castelo Branco. Localiza-se a 22º53'09" de latitude sul, 48º26'42" de longitude oeste. Está a 840 metros de altitude e seu clima é classificado como subtropical úmido.[7] A população estimada em agosto de 2018 era de 144 820 habitantes.[5] O município é formado pela sede e pelos distritos de Rubião Júnior e Vitoriana[8][9]. O marco zer
Avaré - SP
Atualizado às 10h02
33°
Poucas nuvens Máxima: 36° - Mínima: 19°
31°

Sensação

21.7 km/h

Vento

20%

Umidade

Fonte: Climatempo
Eduvale
Municípios
One Center
Últimas notícias
Mais lidas
Carrera
Wilson Claudio de Oliveira